Tecnologia

Investimento em tecnologia: faça antes que seja tarde demais!

Por: , maio 13, 2021

Ainda tem empresa que acha que pode protelar o investimento em tecnologia. Pra você ter ideia, tem muita marca que assumiu o home office em definitivo depois de quase um ano de isolamento social.

Isso aconteceu porque a transformação digital está ainda mais acelerada. Daqui em diante, não estamos falando mais da oportunidade de sair na frente, mas da emergência em não ficar pra trás. E, se o desafio agora é ver quem corre mais, é bom lembrar que nenhuma empresa vai tão rápido como as que usam tecnologia. 

Pronto pra ir além do que todo mundo diz? É só se jogar!

Qual é a importância do investimento em tecnologia?

dá pra responder olhando um pouco em volta da gente e na palma da mão. O mundo está acessível pelos celulares, e isso nem parece algo tão extraordinário, principalmente pra quem já nasceu conectado. Entramos na era da experiência, e qualquer um pode se informar sobre ela com poucos cliques. Mas pense nisso além do conforto e da facilidade. 

Vamos tentar observar a realidade atual pela perspectiva de um economista. Os dispositivos que nos conectam são baratos. Mesmo quem ganha menos pode financiá-los. Com muita gente conectada — ainda que, infelizmente, com limitações pra alguns — muitas outras coisas ficam mais baratas. 

A gente precisa se locomover menos, muitas empresas podem operar com estruturas mais enxutas, as ligações são mais baratas, gratuitas até; enfim, conseguimos fazer muito mais com menos.

Pra medir o impacto que toda essa otimização oferece, precisa mesmo ser economista, mas, pra ideia que a gente quer desenvolver neste post, já é suficiente perceber o efeito que isso tem nas nossas vidas.

Por exemplo, apesar de todos os problemas que enfrentamos com a pandemia, especialmente com tantas vidas perdidas, o impacto não é nem de longe comparável com o que teríamos sem a tecnologia. Países mais digitalizados precisaram diminuir a atividade econômica com menos intensidade.

Mas não para por aí! A tecnologia se tornou a base estrutural de diferentes modelos de negócio e possibilitou a criação de empresas disruptivas e de experiências melhores, que entregam um valor superior.

Valor superior também tem a ver com mais riqueza, como a otimização que mencionamos. Ainda que ele esteja mais relacionado à percepção do usuário sobre o benefício, há sempre um ganho mensurável na adoção da tecnologia. 

Quais são os motivos pra investir em tecnologia?

Outra pergunta que pode soar esquisita pra quem exercitou os polegares desde pequeno nos smartphones. Como imaginar um mundo sem investimento em tecnologia? Como ficar de fora dessa revolução que descrevemos no tópico anterior? 

De um ponto de vista mais objetivo, também dá pra fazer uma relação grande de razões. Há uma infinidade de informações que as empresas podem obter com uma facilidade enorme. Consegue imaginar o quanto de economia as empresas alcançam diariamente com a aplicação de testes? 

Por exemplo, uma montadora de veículos não precisa mais investir em uma linha de produção pra fabricar um carro e, só então, saber se ele vai ser bem aceito. Usando o método do Produto Mínimo Viável (MVP), ela pode fazer um lançamento online, usar realidade virtual e levantar detalhes diversos da reação do público.

Além disso, a tecnologia permite usar esses dados de um modo mais útil e sintético. Em outras palavras, eles são apresentados e desenhados na forma de dashboards, por exemplo, de uma maneira que facilita a análise e o entendimento. 

É justamente a forma como passamos a poder usar os dados que permite entregar valores superiores, em experiências melhores, de modo personalizado e com grande agilidade. No fundo, a Transformação Digital é sobre isso.

Outro ponto que a gente não pode esquecer é o aumento de escala proporcionado pela tecnologia. Agora, com grande facilidade, as empresas podem gerar novas fontes de receita, se internacionalizar e, principalmente, ampliar o seu mercado de atuação interna.

Isso significa que, com tecnologia, as corporações têm mais oportunidades de negócio. Já faz décadas que contadores indianos fazem o Imposto de Renda de americanos. Por causa da diferença de fuso horário, eles pedem no final do dia e recebem na manhã seguinte.

A ação da concorrência também ficou mais transparente e facilitou o benchmarking. Isso faz com que as empresas aprendam muito mais umas com as outras. Sem falar no aumento de produtividade por causa da automação. 

Esse ganho deixa muito claro e fácil de mensurar o retorno de investimento. Ele é tão significativo que a gente pode ir além de dizer que a tecnologia é um investimento, e não um custo, pois as empresas que não investem em tecnologia têm prejuízos em decorrência disso.

Como justificar que vale a pena investir em tecnologia?

Os efeitos da transformação digital estão mais do que evidentes nas empresas. As possibilidades e oportunidades que ela oferece já deveriam ser motivo pra justificar o investimento, mas nenhuma razão supera o retorno.

Se, por exemplo, a implantação de um atendimento automatizado permite que uma equipe atenda um número maior de clientes, o retorno pode ser medido com base nos custos das horas economizadas.

Contudo, as equipes não se limitam a atender mais clientes com esse tipo de investimento. Elas conseguem assumir um foco mais estratégico e se concentram na entrega de um valor superior, que melhora a experiência, a satisfação e a fidelização, impactando os custos de aquisição de clientes e aumentando o ticket médio.

Ou seja, quando a gente começa a pensar nas justificativas, acaba entrando em um ciclo e em um contexto de efeito em cascata, a famosa “bola de neve”, que fica maior quando a empresa opera integrada.

As equipes atuam com mais sinergia, e a dinâmica de trabalho favorece a inovação. Com a aplicação das metodologias certas, a empresa se torna uma máquina de produção de valor e de experiências únicas com base na personalização.

Como saber justificar pode melhorar os resultados da empresa?

Essa justificativa pode ser muito diferente de uma empresa pra outra, pois cada uma opera em diferentes níveis de maturidade digital. Ainda assim, a gente consegue relacionar alguns passos pra estruturar uma justificativa.

Traduza o valor

O primeiro é fazer com que o valor possível de gerar se torne concreto. A diminuição do tempo de espera de atendimento e a melhora da qualidade dos serviços prestados e da retenção de clientes, por exemplo, precisam estar perceptíveis pra quem for tomar a decisão de investimento em tecnologia. 

Use dados

Nada torna a percepção de valor tão evidente quando os números. Mensurar os resultados e basear a justificativa em dados deixa a proposta muito mais atrativa e segura.

Desenrole a tecnologia

Dúvidas técnicas podem gerar insegurança. No que for possível, o ideal é eliminar qualquer receio quanto ao funcionamento e aplicação de qualquer tecnologia.

Pra terminar, vale lembrar da pressão que a transformação digital coloca nas empresas. O investimento em tecnologia é fundamental pra acompanhar as mudanças e não deixar a empresa virar um dinossauro. Este é um mundo de unicórnios, como chamamos as startups que valem mais de um bilhão.

Navegar na nossa página no Facebook é uma boa forma de fica mais pertinho desse universo. Acesse e curta!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.