Marketing

7 dicas para ter uma landing page de sucesso

Por: Mutant, abril 9, 2019

Verdade seja dita, a conversão é o principal objetivo de um negócio ao colocar uma landing page no ar. É claro que a beleza e a funcionalidade importam, mas o propósito maior é que elas gerem o resultado esperado pela empresa.

Seja pra captar leads ou mesmo pra vender o serviço ou produto, a criação dessa página deve seguir uma estratégia bem-pensada. Do contrário, você pode desperdiçar recursos valiosos, como tempo e dinheiro.

Neste post, a gente trouxe 7 dicas importantes pra você acertar a mão e criar uma landing page de sucesso. Preparado? Então, continue a leitura!

1. Capriche no título e subtítulo

Dados revelados pelo site Copyblogger (uma das maiores referências do mercado em copywriting) apontaram que 8 em cada 10 usuários que chegam a uma página leem apenas o cabeçalho. Isso quer dizer que você tem poucos caracteres pra despertar o interesse do cliente e fazer com que ele tome uma ação.

Ou seja, o título e o subtítulo da sua landing page são os elementos que devem transmitir o valor da sua proposta de maneira clara e objetiva. Quando o internauta chegar à sua LP, ele tem que entender que se trata de uma oferta interessante, que aquilo é exatamente o que ele precisa e que vale a pena ler o resto do conteúdo.

Aí, é só colocar uma descrição completa, porém breve, além de relevante e convincente.

2. Utilize imagens estratégicas

Já diz a sabedoria popular que “uma imagem vale por mil palavras”. Numa landing page de sucesso, esse ditado é mais do que válido!

Uma imagem de qualidade reflete o valor da oferta e ainda ajuda na conversão. Por outro lado, uma representação genérica ou inadequada à proposta do texto pode atrapalhar a sua estratégia. Sendo assim, a escolha da imagem deve ser muito bem pensada.

A principal dica é evitar as opções já “batidas” dos bancos de imagem. Tente criar uma conexão entre os recursos visuais e a mensagem da sua empresa. A identificação do público com a imagem utilizada é muito importante para o processo de conversão.

3. Defina a sua paleta de cores

Sites e aplicativos que usam uma combinação muito ampla de cores fortes acabam poluindo o conteúdo e atrapalhando a conversão — já que a atenção do usuário é chamada por todos os lados e ele não sabe como agir. Essa é uma das maiores falhas de design cometidas em LPs.

Antes de mais nada, procure manter a paleta de cores da identidade visual do seu negócio. Assim, além de reforçar o branding, A LP também não destoa do padrão da empresa.

Utilize cores fortes e chamativas apenas em pontos específicos que você quer destacar. Por exemplo, cores como o verde, o azul e o laranja podem se encaixar bem nos botões dos formulários, incentivando o cliente a tomar uma ação.

O resto da página pode ser criado com cores mais suaves, e o preto e o cinza podem ser usados para os textos. Aí, quando você usar o contraste de uma cor forte, o leitor sabe onde ele deve interagir.

4. Elabore formulários funcionais

O formulário é o que permite a conversão em si. Não há uma regra específica que determine o tamanho ideal do formulário, mas é importante conhecer bem o seu público-alvo pra não exagerar na quantidade de dados que você pede. Em geral, quanto mais informações forem exigidas do usuário, menor é a taxa de conversão.

O principal é considerar em qual parte do funil de vendas o material da LP está. Se for mais no topo, pedir o telefone ou o cargo da pessoa pode não ser muito eficiente.

De qualquer forma, coloque no formulário os campos de informações que você precisa coletar sobre os leads, e não tenha medo de testar versões diferentes da inicial pra saber qual se encaixa melhor naquela etapa do funil.

5. Não use links externos

Como mencionamos, o objetivo principal de uma landing page é a conversão. Por isso, evite ao máximo qualquer link ou distração que possa levar o usuário a sair da sua página.

Quer um exemplo? Quantas vezes você já clicou em um link de “saiba mais” e se viu num looping de cliques que te custou muito tempo na internet? Por isso, coloque todas as informações que o cliente precisa saber sobre seu serviço ou produto, sem que seja necessário ir pra outra página.


6. Crie um CTA que não deixe dúvida

Não cansamos de repetir: uma landing page de sucesso é aquela que converte. Logo, outro elemento fundamental é o CTA (Call to Action, ou Chamada para Ação).

O CTA nada mais é do que o texto que leva o leitor a tomar uma ação de fato. Por isso, ele não pode deixar dúvida do que vai acontecer se o cliente clicar naquele botão.

Uma ação simples e direta dá total certeza do que o usuário vai receber em troca de suas informações. Frases como “Assistir ao webinar” “Receber e-book” e “Garantir meu lugar” são exemplos de chamadas que funcionam. Você ainda pode adicionar “Quero…” no início, pra reforçar o desejo/necessidade e tornar a ação mais pessoal.

Depois do CTA, temos outro fator crucial: você precisa entregar o que prometeu e garantir que não vai decepcionar o lead. Por isso, não bombardeie a caixa de entrada dele com uma sequência de e-mails marketing sobre algo que ele não permitiu, por exemplo.

7. Tenha um meio de comunicação eficiente

É inevitável: vão surgir dúvidas sobre o produto, projeto ou campanha — mesmo quando você se esforça pra inserir todos os detalhes na landing page.

Nesse caso, é preciso facilitar o contato do possível cliente com a empresa. Afinal, a oportunidade de esclarecer uma questão pode ser decisiva para a conversão.

Nesse sentido, você pode contar com sistemas tecnológicos que ajudam seu negócio a gerar uma comunicação digital efetiva com o cliente, seja por SMS, e-mail ou redes sociais.

Você também tem que ser objetivo e deixar na LP apenas as informações relevantes. Ao seguir esses passos, você certamente está pronto pra criar uma landing page de sucesso, capaz de gerar ótimas oportunidades para o seu negócio!

Curtiu as nossas dicas? Então, compartilhe essas informações com seus amigos empreendedores nas redes sociais!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.