Marketing

Funil de vendas: o que você precisa saber sobre ele?

Por: Mutant, setembro 16, 2021

Na hora de planejar as suas estratégias de atração, retenção e fidelização de clientes, você tem pensado no funil de vendas? Esse é um conceito importante para se ter em mente quando o assunto é aumentar o faturamento e conquistar um maior público.

O planejamento de vendas requer a análise de diversos fatores e, para isso, nada melhor do que aproveitar os recursos para garantir boas escolhas. Uma sugestão é apostar no funil de vendas para segmentar o público e direcionar as ações mais adequadas para cada estágio.

O conceito de funil de vendas ainda parece confuso para você? Não se preocupe! Neste post, vamos explicar com mais detalhes sobre essa estratégia e mostrar por que vale a pena utilizá-la na empresa. Acompanhe!

O que é o funil de vendas?

Às vezes chamado de funil de vendas, às vezes de pipeline, trata-se de um conceito que busca apresentar todo o trajeto que um consumidor percorre até fechar o negócio com uma empresa.

A ideia é visualizar um funil. Percebe que a parte superior é mais larga? Nas vendas, isso quer dizer que as fases iniciais de contato com o público envolve uma quantidade maior de pessoas.

No entanto, conforme vamos adentrando o funil, é possível notar que a sua circunferência se torna mais estreita. Na mesma analogia, significa que o número de potenciais clientes que continuam se aproximando da empresa diminui.

De forma mais objetiva, no topo do funil temos o período da jornada do cliente, considerada como atração. É quando uma pessoa conhece a existência de sua marca, embora saiba pouco sobre ela. Logo em seguida, chega a fase de consideração, em que o consumidor tem a oportunidade de entender melhor a proposta de valor de sua empresa, tal como os produtos e serviços que ela oferece.

Por fim, há a etapa de decisão, que é o estágio mais fundo do funil. Aqui, o cliente já teve contato o suficiente com o negócio para saber se deseja ou não consumir os seus produtos ou serviços.

Por que o funil de vendas é importante para a empresa?

Para alcançar uma alta performance em vendas, é preciso que as estratégias fujam do senso comum. Além disso, é importante que as ações sejam voltadas para cada estágio do funil, pois os consumidores apresentam necessidades diferentes ao longo dessas fases.

Por exemplo, suponha que um cliente ainda esteja no topo do funil e a sua empresa já apresenta o valor dos produtos ou serviços. Como ele ainda não conhece o negócio, pode se afastar logo de início, caso não concorde com o preço cobrado ou com a proposta recebida.

No entanto, a probabilidade de um cliente que está no fundo do funil, no estágio da decisão, ter a mesma reação é baixa. Afinal, ao passar pela etapa de consideração, já conseguiu entender o trabalho do negócio e a sua relevância no mercado de trabalho, compreendendo melhor o valor da empresa.

Dessa maneira, o funil de vendas é importante para adequar as estratégias de atração, retenção e fidelização de clientes para cada estágio. O ideal é seguir uma proposta bem pensada para cada perfil do consumidor. Veja dicas práticas para cada estágio do funil!

Topo do funil

Ao longo do topo do funil, é importante considerar que o cliente ainda não conhece a marca. Portanto, o melhor a se fazer é educá-lo, mostrando quais os principais problemas que o consumidor pode ter. Nessa fase, vale a pena oferecer conteúdos educativos e que dão dicas ao público.

Meio do funil

Esse é o momento em que o cliente já tem consciência de seus problemas e está se abrindo para novas descobertas para solucioná-lo. Nessa fase, é importante tentar conhecer melhor o consumidor, para ter informações fundamentais para direcionar as próximas ações.

Topo do funil

E agora, o que fazer quando o cliente já conhece a sua empresa e sabe que precisa resolver alguns problemas? É hora de apontar como o seu negócio pode ser ideal para apoiá-lo nessa missão e trazer soluções viáveis.

Como criar um funil de vendas para a minha empresa?

Quer saber como caprichar na hora de criar um funil de vendas adequado para a sua empresa? Então fique por dentro das dicas a seguir!

Descubra qual é o topo de funil

O primeiro passo é entender como funciona o seu topo de funil. As estratégias dessa fase devem se voltar para a compreensão do comportamento do público que tem contato com a sua empresa, embora ainda não a conheça profundamente.

Vale a pena tentar encontrar as possíveis hipóteses que indicam por que alguns potenciais clientes não se aproximam mais da marca, as ações que vão trazê-los para perto e os conteúdos que vão agradá-los. Lembre-se de que, nessa etapa, você ainda não tem muitas informações sobre esse público, por isso, é preciso investir um tempo analisando os principais parâmetros disponíveis.

Sincronize o setor de marketing e vendas

Outra dica fundamental é a integralização da empresa. Os setores, por mais que atuem de forma separada, ainda estão conectados dentro de uma organização. Sendo assim, uma gestão eficaz foca em sincronizar as informações ao máximo possível, ajudando no desenvolvimento mútuo em todas as áreas do negócio.

Para a aplicação do funil de vendas, é preciso sincronizar as atividades dos setores envolvidos, como o de marketing e o de vendas. Permitir que tenham acesso às informações dos potenciais clientes, estratégias e metas é fundamental.

Reconheça as etapas de funil de vendas

Depois disso, é preciso identificar em qual etapa está cada grupo de clientes, além de saber como os diferentes estágios do funil de vendas se manifestam no seu negócio. Uma análise minuciosa dessas fases separadamente e em conjunto vão entregar as melhores dicas para montar um planejamento eficaz.

Quais são os reais impactos do funil de vendas?

Por que vale a pena contar com o conceito de pipeline em sua empresa? Como visto, essa ideia ajuda a direcionar as melhores ações para cada perfil de cliente, facilitando na hora de aproximar aqueles que estão conhecendo a marca e a fechar negócio com quem já está na fase de decisão.

Os impactos do funil vão desde a redução de custos até o aumento da produtividade. Além disso, é possível criar uma base de fidelização de clientes e aproveitar melhor as oportunidades para levar o negócio ao sucesso.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Apostar em estratégias que dão certo em sua empresa é fundamental para colocar em prática o planejamento e garantir um desenvolvimento sustentável. Isso vale tanto para o nível de venda digital quanto para o presencial.

Além disso, aproveitar as oportunidades e facilidades disponíveis, como o uso da tecnologia, faz toda a diferença para encontrar o cliente certo no melhor momento do funil de vendas. O M360, da Mutant, é um exemplo de ferramenta que oferece soluções completas para criar um vínculo com o público, desenvolvendo tanto o setor de vendas quanto o de marketing.

Este conteúdo foi útil para você? Então continue acompanhando as nossas postagens no Facebook, no LinkedIn, no YouTube e no Pinterest!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.