Marketing

Martechs: o futuro do marketing

Por: Mutant, setembro 26, 2019

As pessoas mal começaram a se acostumar com as startups e já está surgindo uma novidade no mercado empresarial: as martechs crescem no Brasil e no mundo todo e prometem elevar o nível do marketing, aproximando-o ainda mais dos desejos do consumidor.

Talvez esse termo ainda não seja familiar na sua rotina, ou até seja, mas você não tenha certeza sobre o real impacto e significado dele. Por isso, produzimos este conteúdo que vai mostrar o conceito desse tipo de negócio e como se preparar para a nova realidade.

Ficou curioso? Então, continue a leitura!

Afinal, o que são martechs?

Martechs são startups que usam tecnologia para planejar, executar e mensurar estratégias de marketing. Essas empresas aplicam recursos modernos e avançados focando no ambiente online e omnichannel, para melhorar a eficiência nas estratégias voltadas para clientes, como fortalecimento e fidelização da marca.

Embora o conceito já esteja em aplicação em outros países, aqui ainda é uma grande novidade. Mais de 75% dos profissionais brasileiros nunca ouviram o termo, segundo pesquisa realizada pela Dot Digital Group.

No entanto, já são 194 martechs no Brasil, de acordo com o levantamento da Liga Insights MarTechs, realizado por uma parceria entre Liga Ventures e Astella Investimentos.

Quais são as características das martechs?

Como já citado, o uso da tecnologia para basear as ações de marketing é a principal característica dessas soluções, usando elementos como Inteligência Artificial, data driven marketing, integração entre canais de comunicação, além de outras ferramentas.

O resultado da união entre marketing e tecnologia fez com que essas empresas surgissem e atuassem em diversas categorias necessárias para empresas de diferentes setores. Como exemplo, é possível citar:

  • engajamento e aquisição de clientes;
  • gerenciamento de processos;
  • gestão de pessoas;
  • big data;
  • automação do funil de vendas.

Essa tendência também reforça o trabalho em conjunto entre o marketing e TI das empresas, já que os profissionais de marketing digital usam diversas ferramentas para mensurar e aperfeiçoar sua performance, além da familiaridade com o gerenciamento de dados.

Como as martechs se diferenciam das startups

Embora muitas pessoas considerem empresas pequenas e iniciantes como startups, o conceito vai um pouco além. Essas iniciativas surgiram com o crescimento da internet e apresentam como principal característica a facilidade em escalar rapidamente, ou seja, de ter seus produtos ou soluções usados por muitas pessoas em pouco tempo.

Outro aspecto relevante para identificar uma startup é o baixo esforço para a replicação de suas soluções, o que viabiliza a escalabilidade e o uso intenso da tecnologia, além do cenário de incerteza no qual essa empresa está inserida.

As martechs se assemelham às startups quanto ao uso da tecnologia e ao cenário incerto, porém, no caso delas a tecnologia está totalmente voltada para ações de marketing. Sendo assim, as martechs ocupam um nicho ainda mais específico que as startups, embora tenham uma abordagem similar.

3 martechs que se destacam no mercado

Algumas empresas já começaram a se posicionar no mercado e vêm alcançando excelentes resultados. Veja 3 cases de destaque, do Brasil e do exterior.

Decision 6

Essa empresa brasileira oferece uma solução inovadora em inteligência artificial voltada para o varejo. O software coleta os dados de clientes que frequentam as lojas, cruzando essas informações com os dados de venda do estabelecimento.

Assim, os empreendedores conseguem entender quais são os perfis e hábitos dos consumidores, traçando estratégias que atendam às necessidades do seu público e aumentando as vendas e o faturamento.

Social Miner

A Social Miner tem como missão humanizar a relação entre marcas e consumidores. Para isso, a empresa criou o conceito de people marketing, identificando os visitantes do site para entender melhor seu comportamento, hábitos de consumo e preferências.

Desse modo, é possível usar as informações para aumentar a qualidade dos leads e os índices de conversão.

Mention Me

Essa iniciativa londrina se baseia no marketing de indicação para o crescimento das empresas. Sua proposta é a de facilitar as campanhas de indicação, levando o marketing boca a boca a outro nível, tornando-o mais profissional e extremamente efetivo.

Qual o futuro do marketing com as martechs

Essas empresas já estão mudando o cenário do marketing e trazendo novas propostas. Quer entender melhor quais serão essas transformações? Então, acompanhe os tópicos a seguir.

Marketing de permissão

Se, antigamente, as ações de marketing eram pensadas para alcançar o maior volume de pessoas possível, hoje essas iniciativas visam alcançar apenas um nicho: o público-alvo dos produtos.

Agora, essas estratégias levam em consideração o consentimento do consumidor, ou seja, respeitam a privacidade e atuam dentro das leis de proteção de dados. Essas soluções conseguem uma maior empatia do cliente, afinal, as pessoas consideram cada vez mais incômodas e invasivas as ofertas que as alcançam, mas não as interessam.

As martechs tendem, então, a criar soluções que elevem o nível de respeito à liberdade e à privacidade dos usuários.

Integração omnichannel

Temos cada vez mais recursos de comunicação com as empresas, e é essencial que eles sejam convergentes e igualmente eficazes e rápidos. As martechs trazem como tendência geral essa visão holística dos canais de contato entre empresas e consumidores, desenvolvendo plataformas capazes de realmente oferecer uma conexão eficiente e a integração dos dados.

Conteúdo de valor

O marketing de conteúdo é uma tendência que está longe de acabar e que será usada de maneira massiva pelas martechs. Porém, o formato desse conteúdo vai ser especializado e voltado para diferentes canais.

Além disso, podemos ver o crescimento de outras tendências já muito presentes, como a inteligência artificial, as tecnologias de automação e a análise de informações (por meio do uso do Analytics). Tudo isso converge para uma conexão mais próxima com o cliente, permitindo ações e experiências mais direcionadas e humanizadas.

Agora que você já sabe o que são as martechs, que tal repensar as ações do seu local de trabalho e considerar essa junção entre tecnologia e marketing? Manter-se atualizado é essencial para garantir a relevância e a sobrevivência da empresa perante a concorrência.

Aproveite agora para compartilhar o post nas suas redes sociais e fazer com que esse conteúdo alcance mais pessoas!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.