Marketing

Tendências para redes sociais: 7 principais novidades de 2020

Por: Mutant, fevereiro 25, 2020

O mundo das mídias sociais já provou ser capaz de reviravoltas incríveis. Desde o surgimento de novas redes ao fim do uso de likes no já tradicional Instagram, cada novidade afeta diretamente os resultados de marcas no mundo todo. Tanto que conhecer as tendências para redes sociais é primordial para qualquer equipe de marketing.

Antes de apresentar as 7 tendências para este ano, vamos falar um pouco sobre por que você deve ficar ligado nelas. Acompanhe!

Importância de acompanhar as tendências para as redes sociais

De acordo com o relatório da GlobalWebIndex, 94% dos adultos têm ao menos uma conta de rede social e 40% dos usuários seguem suas marcas preferidas nas redes. Ou seja, a mídia social já provou ser muito mais que uma tendência, consolidando-se como um dos principais pontos de contato com o cliente.

Dessa maneira, é essencial acompanhar as inovações da área para não perder a oportunidade de trazer esses 40% para efetivamente fazerem negócios com a marca. Novos recursos e funcionalidades surgem no meio digital todos os dias, e deixar qualquer coisa passar pode levar à perda de eficácia de seus conteúdos e campanhas.

Mais do que acompanhar tendências, para ter sucesso na era digital, é preciso estar um passo à frente e ser o primeiro a explorá-las. Afinal, as redes sociais são terrenos onde a concorrência é fortíssima. O declínio do alcance orgânico segue sendo inevitável: em 2020, o Instagram, a exemplo do seu proprietário, o Facebook, segue a política de forçar as marcas a pagarem para chegar ao público que ajudaram a construir.

Enfim, além dos anúncios pagos nas plataformas sociais, resta às marcas encontrar formas inovadoras de compensar o algoritmo e atrair público relevante. Por isso, é vital ficar atento às tendências que apresentamos aqui.

7 principais tendências para redes sociais em 2020

Não é mais novidade que as plataformas sociais são dinâmicas. Atualizações constantes, mudanças de algoritmos, novos recursos e ainda novas políticas de uso promovem grandes mudanças e impactam usuários e marcas. Em 2019, o fim dos likes no Instagram provou o poder desse impacto.

Assim, é bom se preparar para o que vem por aí. Confira!

1. Grupos no Facebook

Comunidades não são nenhuma novidade na internet, muito menos no Facebook. A questão é que, com as transformações pelas quais essa rede social vem passando, há uma orientação de colocar os grupos no centro da plataforma, criando uma nova experiência para o usuário.

A questão aqui é as marcas enxergarem a grande oportunidade que uma comunidade representa, já que reúne pessoas com os mesmos interesses e o perfil de compra semelhante.

2. Conteúdos temporários

Com os Stories, o conteúdo efêmero que desaparece em 24h ganhou um forte apelo em 2019 — a tendência é isso crescer cada vez mais. A ferramenta já foi incorporada ao Facebook e o WhatsApp oferece algo semelhante, a funcionalidade Status.

Trata-se de uma forma rápida e direta de gerar engajamento, exigindo poucos recursos e investimentos. O conteúdo temporário não precisa ser tecnicamente elaborado, já que sai do ar em um dia, porém, deve ser eficaz no sentido de proporcionar uma experiência e um senso de proximidade e comunidade.

3. Vídeos

Os vídeos seguem com força máxima: estima-se que, em breve, 80% do que é consumido na internet será conteúdo nesse formato. O crescimento contínuo do YouTube, que já conta com 1,8 bilhão de usuários ativos mensais, só reforça a força do conteúdo audiovisual.

Se, antes, o formato exigia recursos técnicos e financeiros para a produção de material de qualidade, hoje, qualquer pessoa com um smartphone consegue produzir e subir material de qualidade para as plataformas, viabilizando esse tipo de estratégia para milhares de empresas. Por isso, mais uma vez, inovar é essencial para a diferenciação.

Com um vídeo, é possível não apenas passar informação e engajar, como transmitir a personalidade da sua marca, promovendo identificação e encantamento. Outra grande tendência é o vídeo ao vivo, que pode ser altamente eficaz quando combinado ao marketing de influência, por exemplo.

4. TikTok

As chamadas redes sociais de nicho vêm ganhando força, especialmente pela formação de comunidades com algo em comum e pela capacidade de personalização das ferramentas.

Nesse cenário, o TikTok é a rede social da vez, fazendo frente ao Instagram. O aplicativo, popular entre o público mais jovem, permite a gravação e a publicação de vídeos curtos (de 15 a 60 segundos). Seu principal recurso é a dublagem, fazendo dos clipes musicais, coreografias de dança e vídeos de humor uma febre entre os usuários.

Os nichos oferecem às marcas a chance de interagir com públicos mais específicos, aumentando o ROI. Além disso, nessas plataformas, o usuário encontra conteúdos mais relevantes e menos genéricos.

5. Microinfluenciadores

Falando em nicho, o marketing de influência também está mudando, com os microinfluenciadores ganhando força. E uma vez que o número de seguidores está perdendo relevância, as marcas começaram a valorizar a qualidade, buscando influenciadores mais especializados em seus nichos. Os usuários também estão buscando esses sentimentos de pertencimento e relevância.

6. Chatbots

Chatbots e inteligência artificial são tecnologias indispensáveis aos departamentos de Marketing e Vendas de grandes empresas. Em 2020, espera-se que cheguem de vez ao Social Media.

Os atendentes virtuais estão sendo incorporados às plataformas sociais, comunicando-se com os usuários e ajudando as empresas a alcançarem suas metas dentro das redes. Os bots promovem interações personalizadas permitindo uma comunicação integrada entre redes sociais e outros canais de contato, proporcionando a melhora da customer experience.

7. Social selling

As grandes plataformas já oferecem ferramentas de social selling, o que promete se firmar como uma tendência em 2020. Trata-se de permitir às empresas direcionar os usuários para uma página de compra, ou ainda, vender diretamente pelas redes sociais.

O social selling é extremamente relevante, pois agrega conveniência à experiência do cliente. Não usar esse recurso é certamente perder oportunidades de negócio. No entanto, é preciso testar as ferramentas e ver como elas funcionam para sua marca e seu público. Promoções exclusivas podem ser um primeiro passo para atrair clientes até esse canal.

Agora que você já está ciente das tendências para redes sociais, está esperando o que para começar a planejar suas estratégias? As mídias sociais não são mais apenas canais para atrair e encantar o público, mas sim um caminho direto para fazer negócios com ele.

Se você curtiu nosso post, siga-nos nas redes sociais. Estamos no Facebook, no YouTube e no LinkedIn.

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.