Negócios

Inteligência de negócios: o que é e como fazer a análise de dados

Por: Mutant, março 19, 2019

Inteligência de negócios é uma expressão vinda do termo em inglês Business Intelligence (BI). É uma metodologia relacionada à coleta, análise e compartilhamento de dados estratégicos para o funcionamento da organização.

Antes da adoção do BI, os gestores tinham muita dificuldade de tomar decisões certeiras e que favorecessem verdadeiramente suas técnicas de negócio. O método é compatível com qualquer segmento de mercado, não importando qual seja seu porte.

Está interessado no tema? Continue lendo este post para conhecer um pouco mais sobre inteligência de negócios e como adotá-la na sua empresa!

A importância e os benefícios da inteligência de negócios para as empresas

O BI foi criado para ajudar as empresas a montarem planejamentos competitivos para obter vantagens que agregam valor aos processos (internos e externos) e às soluções disponibilizadas aos consumidores.

As vantagens de aplicar essa técnica são: mais agilidade para a tomada de decisões, aumento da eficiência das operações e uso consciente de recursos.

Isso tudo é possível graças à inteligência de negócios, uma vez que ela dinamiza a visualização de análises e relatórios resultantes das atividades empresariais.

Imagine que você tenha que tomar uma decisão pontual que afetará suas finanças. Com um registro projetado na tela de um computador ou dispositivo móvel, você descobre o que deve ser feito de imediato. Isso ocorre porque você acessa todo o panorama do negócio. Assim, é possível reagir em poucos minutos, economizando tempo e esforços.

Além disso, as soluções de BI ajudam a detectar tendências de consumo e alterações de conduta do seu nicho de mercado.

Desse modo, auxiliam na identificação de possibilidades de negócios, elaboração de novos produtos ou serviços, elevação de receitas, aumento da lucratividade e captação de novos clientes.

Com poucos cliques e utilizando os recursos certos, é possível detectar:

  • clientes que mais compram;
  • curvas de consumo;
  • mercadorias que geram maior capital de venda;
  • período (sazonal) mais propício para vendas.

Agora que você já sabe o que é Business Intelligence, conheça os 10 benefícios mais relevantes da inteligência organizacional.

  1. Permite conhecer melhor a sua empresa.
  2. Aprimora a tomada de decisão, embasando-se em evidências concretas.
  3. Agiliza o acesso e o compartilhamento de dados que contribuem com a gestão.
  4. Realiza análises em tempo real.
  5. Permite identificar déficits de recursos no sistema.
  6. Diminui a frequência de problemas.
  7. Entrega soluções corretas, no timing ideal, para o profissional mais indicado.
  8. Aponta oportunidades de vendas (diretas ou cruzadas).
  9. Fornece respostas ágeis a qualquer pesquisa (estudo) de negócios.
  10. Coleta informações proveitosas sobre as demandas e hábitos do público-alvo para criar uma experiência do cliente memorável.

Business Intelligence × Big Data

As duas técnicas integram a transformação digital que está modificando a maneira de as organizações se expandirem. Mesmo sendo distintas, elas se complementam, tornando possível combinar suas forças para obter melhores resultados.

Conheça de uma vez por todas as diferenças entre esses dois conceitos.

Big Data (acúmulo de dados)

Com o grande volume de dados que podem ser gerados e compartilhados atualmente, essas incontáveis informações são analisadas por profissionais de data science. Quando todos esses registros formam um conjunto único e volumoso, o chamamos de Big Data.

Esses dados podem ser conseguidos de fontes diversas, como blogs, vídeos, mídias sociais, ferramentas de CRM, imagens, aplicativos, relatórios financeiros, registros de IPs etc. De forma isolada, essas referências têm pouco valor. Porém, após correlacionadas, podem trazer diversos insights estratégicos para a empresa.

Business Intelligence

O Business Intelligence nada mais é do que o passo seguinte do Big Data. Ele utiliza os dados coletados para compreender a realidade do negócio, instruindo os profissionais envolvidos nas melhores ações a serem tomadas.

O BI filtra e ordena as informações — fazendo com que elas se comuniquem entre si —, avalia e as direciona estrategicamente para elevar o nível competitivo dos processos.

Portanto, o ideal é aplicar esses dois conceitos em conjunto para compreender como os dados podem ajudar ou prejudicar a companhia.

Como a inteligência de negócios pode ser implementada na organização

Sua implantação deve contar com alguns passos pontuais para que a análise de dados atinja todo o seu potencial. O gestor precisa ter destreza para compreender como as informações conseguem levar a empresa a atingir um grau elevado de desempenho.

Concomitantemente, é necessário considerar as demandas dos colaboradores para facilitar a tomada de decisões a otimizar processos. Existem três etapas básicas para estruturar uma estratégia de BI dentro do ambiente organizacional. Veja a seguir.

Tenha dados de qualidade

A qualidade dos dados usados na análise é crucial para que você consiga fazer uma implementação de sucesso. Isso porque as estratégias de inteligência de negócios contam com registros que são acessíveis e simples de serem interpretados. Para isso, é preciso investir em uma governança de dados competente.

O ambiente em que as informações são armazenadas, por exemplo, é o primeiro aspecto a ser considerado. Escolha um software eficiente, capaz de integrar os registros com agilidade e precisão. Crie critérios de acesso e controle para evitar a movimentação não autorizada de dados.

Estabeleça uma visão clara sobre os objetivos do BI

Para que uma análise de dados seja bem feita, é necessário ter objetivos claros. Portanto, compile quais são as metas da empresa, bem como os gargalos e pontos críticos que podem ser remediados com a inteligência de negócios.

Em seguida, oriente a equipe para capturar dados em e-mails, na internet, em históricos internos, entre outras fontes. Assim, o surgimento de insights será mais ágil, evitando desperdício de recursos.

Utilize insights para realizar mudanças de acordo com as metas do negócio

O estudo de dados do Business Intelligence ajuda a revitalizar processos problemáticos no negócio. Portanto, rastreie a origem das falhas para otimizar a rotina da empresa e melhorar a tomada de decisão a partir de uma análise completa de tarefas e informações internas.

Dessa forma, os investimentos serão mais rentáveis e as atividades terão maior capacidade de estruturar a competitividade necessária para gerar negócios no médio e longo prazo.

Fique de olho na concorrência

Além da perspectiva interna e da avaliação externa quanto às mudanças do mercado e do público, é necessário observar os competidores.

Para isso serve o benchmarking: comparar seu negócio com a concorrência a fim de criar diferenciais competitivos. A ideia é fazer um estudo aprofundado das ações de sucesso empregadas por companhias que fazem parte do seu segmento. Assim, você busca inspiração e cria abordagens mais certeiras.

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a compreender o que é inteligência de negócios e como realizar a análise de dados de forma estratégica na sua empresa. Com um Business Intelligence bem-elaborado, você conquista os resultados desejados — como eficiência operacional e satisfação total de clientes e parceiros.

Gostou deste artigo? Que tal aprimorar seus conhecimentos com temas relacionados? Descubra o que é Customer Intelligence e por que sua empresa precisa disso!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.