Tecnologia

Plataforma de home office: ferramenta para lidar com trabalho remoto

Por: Mutant, novembro 12, 2019

Após a regulamentação do teletrabalho pela Reforma Trabalhista, em 2017, as empresas têm se atentado para algumas práticas que não podem ser mais ignoradas no mercado brasileiro. Um exemplo disso é o regime de home office, ou seja: o trabalho fora das instalações da empresa.

Esse modelo é uma tendência mundial que está contribuindo para novas definições laborais, priorizando a produtividade e a flexibilidade dos trabalhadores. Mas, é claro, gerenciar uma grande quantidade de funcionários fora de um escritório pode ser um desafio e tanto para qualquer gestor.

Lendo este conteúdo, você vai entender como lidar com essa nova maneira de trabalhar e descobrir como uma plataforma de home office pode transformar a sua empresa.

O futuro do trabalho

O Portal TD, em parceria com as empresas Rock Content, Trello e Opinion Box, divulgou uma pesquisa, no final de 2017, que procurou identificar e analisar os impactos que a transformação digital terá na vida dos trabalhadores. Os resultados apontaram o trabalho remoto como uma forte tendência para os próximos tempos. Cerca de 34% dos profissionais entrevistados pretendem incentivar o home office em suas organizações.

Essa é uma opção promissora, porque traz muitos benefícios, tanto para o funcionário quanto para a empresa. Diversos gestores estão começando a perceber que a presença de colaboradores no ambiente corporativo é cada vez menos necessária e, em alguns casos, até mesmo improdutiva. Afinal, o tempo de deslocamento é grande no horário comercial, principalmente no contexto de cidades maiores.

Com a possibilidade de trabalhar de casa, os funcionários otimizam seu tempo e evitam atrasos, enquanto a empresa economiza em vale-transporte, energia e recursos físicos, como materiais de escritório.

Outra vantagem é que, com a adoção dessa prática, não há limitações geográficas para a contratação de pessoas e a retenção de talentos. Afinal, o fato de o funcionário morar perto ou longe da empresa não será um detalhe preocupante para o RH.

Os desafios do modelo home office

Apesar das vantagens e da flexibilidade que o home office proporciona, alguns detalhes podem ser desafiadores nesse novo paradigma de trabalho. Vamos ver quais são eles?

Engajamento do funcionário

Ainda que esteja no conforto de sua casa, o colaborador deve entender que home office é trabalho. Por isso, apesar de contar com diversos tipos de distrações e ausência de um chefe, ele precisa garantir sua produtividade, cumprir os prazos combinados e se mostrar disponível, além de manter seus cuidados com segurança e ergonomia. É aí que entram a confiança e o compromisso entre o gestor e o colaborador.

A Mutant consegue oferecer soluções completas para viabilizar tal flexibilidade com a sua ferramenta específica, o Home Based. Na etapa de implementação dos serviços, uma equipe especializada da empresa se encarrega de fazer uma visita técnica à residência dos colaboradores que vão trabalhar de casa.

Na ocasião, são verificados o nível de ruído do local, a umidade, a ergonomia do mobiliário e todos os detalhes do laudo técnico que adequa as condições de trabalho à norma regulamentadora 17, do Ministério do Trabalho e Emprego. Tudo é feito para garantir o máximo de engajamento, conforto e desempenho eficiente para o trabalhador.

Monitoramento da produtividade

Logo de cara, o home office pode não parecer a melhor alternativa para quem quer maximizar a produtividade. Mas saiba que alguns estudos desmistificam essa ideia. De 2015 a 2017, a própria Mutant realizou um teste comparativo entre uma mesma operação realizada em home office e no ambiente laboral. Os resultados foram surpreendentes.

Todos os indicadores avaliados — satisfação do colaborador, absenteísmo e porcentagem de pausas — foram mais interessantes para o colaborador e a empresa dentro do regime de home office. Esses dados podem ser levantados também com o auxílio do Home Based da Mutant, que permite o monitoramento de tela, câmera (webcam) e latência de internet do computador laboral.

Necessidade de comunicação

Outro desafio é garantir a disponibilidade de quem está trabalhando em casa para o caso de reuniões e alinhamentos profissionais mais detalhados. Felizmente, essa é uma barreira cada vez menor, diante de tantos recursos tecnológicos que facilitam a comunicação a distância.

Com o Home Based da Mutant, por exemplo, o gestor consegue interagir com seus funcionários a qualquer momento, via mensagem ou acesso à câmera do computador.

Viu como os principais desafios podem ser vencidos com o Home Based da Mutant? Então,  que tal conhecê-lo melhor? Acompanhe o próximo tópico e descubra como a nossa ferramenta pode ajudar a sua empresa!

Home Based: conheça a plataforma de home office da Mutant

Todos os desafios que estão chegando com a ascensão da prática do home office geram uma limitação cultural para a aceitação dessa modalidade por parte de alguns gestores conservadores, que estão acostumados com uma gestão mais visual da equipe. Felizmente, a Mutant usou seu know-how para elaborar uma solução completa, acompanhada de várias funcionalidades de controle empresarial.

A primeira delas é um leitor biométrico, que facilita o login do funcionário. Assim, ele só consegue logar dentro da sua jornada de trabalho, realizar seu registro de ponto, evitar horas extras não autorizadas e permitir que o seu superior realize uma gestão eficiente de aderência às escalas de trabalho.

Outro diferencial é que o colaborador, dentro de uma conexão segura via VPN criptografada, consegue ter acesso apenas às ferramentas e aos aplicativos da companhia dentro de seu sistema. Os bloqueios de multissessão e restrição de acessos também são importantes para evitar distrações e atividades paralelas durante a jornada de trabalho.

Além disso, o gestor recebe um treinamento por parte da Mutant para fazer a gestão da equipe remota e conseguir acessar sua máquina e interagir com o colaborador sempre que necessário. Ele também tem acesso a um mapa que rastreia a localização do computador dos funcionários, identificando se os pontos onde eles estão fisicamente logados são validados pela Mutant e apropriados para o trabalho.

A própria Mutant também adota o trabalho remoto, com boa parte dos colaboradores operando no conforto de seus lares. Graças a uma plataforma de home office robusta, qualquer gestor pode viabilizar essa modalidade e descentralizar toda a operação.

E aí? Gostou da solução da Mutant? Aproveite para entrar em contato com a gente e entenda como promover essa experiência única para seus funcionários!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.