Negócios

Quer ser representante comercial? Então você precisa ler esse post

Por: Mutant, junho 3, 2021

pensou em ser representante comercial? Está com isso na cabeça nesse momento? Bem, então você está diante de uma decisão importante, pois ela vai determinar a sua vida nos próximos anos, seja assumindo a profissão, seja escolhendo fazer outra coisa.

Talvez você já tenha decidido, mas ainda permaneça com algumas dúvidas sobre registros burocráticos, área de atuação e busca de qualificação, por exemplo.

Este post serve nessas duas situações. Colhemos e relacionamos informações essenciais pra guiar sua decisão e seus passos. Ao final da leitura, você terá um rumo claro pra planejar sua carreira como representante e uma oportunidade real pra considerar. Confira!

O que um representante comercial faz?

A representação comercial é uma atividade regida por uma legislação antiga, de 1965, a Lei nº 4.886/65. No Art. 1º está escrito que o representante comercial atua na “mediação para a realização de negócios mercantis, agenciando propostas ou pedidos, pra transmiti-los aos representados, praticando ou não atos relacionados com a execução dos negócios.”

Tradução? Vamos lá! Podem existir diferentes formas de representação, dependendo do produto, das demandas de negócio e da jornada do comprador. Alguns representantes trabalham com pronta entrega de produtos, o que é comum no caso de venda de roupas pra lojistas, por exemplo.

É isso que está autorizado na Lei, quando ela afirma que o representante pode ou não praticar atos relacionados à execução dos negócios. No geral, o que ele faz é representar a empresa comercialmente, por isso o nome. Os processos adotados e as atribuições vão variar de acordo com as necessidades do mercado.

Diferentemente de um vendedor contratado, que atua exclusivamente para a empresa e de acordo com as políticas definidas por ela, o representante é um profissional autônomo. Ele tem mais flexibilidade pra definir a política comercial que vai adotar, ainda que as empresas representadas costumem determinar algumas diretrizes e regras.

Pra que tudo fique claro, o que é muito importante, o representante e a representada estabelecem a forma de operação em um contrato de prestação de serviço, que também é previsto em Lei. Ele vai determinar, por exemplo:

  • direitos e deveres dos envolvidos;
  • produtos ou serviços comercializados por meio da representação;
  • se há exclusividade na venda ou “praça aberta”: permitindo vários representantes em atuação conjunta;
  • a região de atuação;
  • a remuneração.

Além disso, também existem regras muito bem definidas em Lei sobre o que diferencia um representante comercial de um vendedor contratado em regime de CLT, por exemplo. Essa diferenciação é importante porque alguns atos podem caracterizar vínculo de emprego, o que gera pagamento de obrigações sociais.

É o caso de um representante que receba ordens ou que tenha seu horário de trabalho controlado, por exemplo. A relação entre representante e representada é de parceria, cooperação e acordo.

Pra que funcione, ambos precisam estabelecer e acordar um modelo de operação que seja eficiente, com uma boa estratégia e alta competitividade. Ou seja, a união em parceria é motivada por um objetivo comum, que é o de ter sucesso nos resultados de venda e na gestão de clientes.

Qual a natureza jurídica de um representante comercial?

Você já sabe que existe uma legislação específica a ser seguida pra atuar como representante comercial, mas a gente ainda precisa esclarecer quais são as obrigações e possibilidades de formalização.

Isso também depende um pouco da forma e do segmento que você pretende atuar. As indústrias de maior porte, por exemplo, costumam admitir apenas representantes com empresa constituída, mas também existem oportunidades pra atuar como autônomo, principalmente fora do segmento industrial.

Nesses dois casos, como autônomo ou como empresa, será preciso uma inscrição no CORE — Conselho de Representantes Comerciais —, que funciona como o CRECI (dos corretores de imóveis), e de forma similar ao CFM (Conselho Federal de Medicina).

O Conselho regula e fiscaliza o exercício da profissão, além de cobrar uma anuidade, que é diferenciada pra representantes autônomos e empresas de representação. 

Constituir uma empresa pode significar mais ou menos impostos, dependendo do faturamento mensal e de mais algumas regras. Por isso, a definição sobre como operar costuma se basear em uma avaliação sobre o que é mais vantajoso. Algumas representadas aceitam a abertura de MEI, o que reduz significativamente os gastos.

Além disso, empresas de outras atividades também podem atuar na intermediação de negócios, o que estabelece um tipo de relação diferente, mas que é legal em muitos casos, comum na venda de serviços e entre empresas de tecnologia que, nesse caso, atuam como parceiras. Contudo, elas devem registrar a atividade de intermediação na junta comercial, pra que seja possível atuar recorrentemente nessa condição.

Há um perfil esperado pra um representante comercial?

Talvez o mais correto seja dizer que existem vários perfis de representantes comerciais. Até mesmo pra uma mesma representada, profissionais de diferentes perfis podem cumprir papéis igualmente importantes. Talvez alguns se sintam mais à vontade no atendimento de grandes clientes, enquanto outros preferem os pequenos. 

Mas algumas características são comuns, marcantes e essenciais para o sucesso na profissão. A capacidade de se autogerenciar é uma delas. Lembra que comentamos que os representantes não têm o horário controlado e nem podem receber ordens?

Pois é, mas isso não significa que eles não precisem determinar e cumprir um horário, nem que não precisem estabelecer formas próprias de controlar o desempenho, pois essas medidas são essenciais para o sucesso do empreendimento. 

Em resumo, o representante comercial é, ao mesmo tempo, o gerente de si mesmo. As habilidades comerciais e de negociação são sempre importantes para o sucesso na profissão, que também depende de uma boa capacidade de relacionamento e de formação de network.

Atualmente, ainda existe a necessidade de trabalhar com ferramentas tecnológicas de atendimento digital e em vários canais, o que amplia a demanda de conhecimento e habilidades. Um bom profissional da área também precisa ser capaz de entender o consumidor e os seus hábitos de compra, com empatia e proposição de soluções.

Qual é a importância da qualificação profissional pra ser representante comercial?

Como deu pra perceber no tópico anterior, o representante comercial precisa de conhecimento e habilidades multidisciplinares. Muitas pessoas nascem com algumas delas, como a empatia e o prazer de se relacionar com as pessoas, mas todas podem ser desenvolvidas e dificilmente alguém vai reunir todas.

Um bom profissional da área precisa investir em qualificação, se quiser ser um profissional completo, ou se aproximar o máximo que puder disso. Basicamente, podemos dividir as demandas desse campo em conhecimentos:

  • sobre o cliente;
  • sobre o produto ou serviço;
  • sobre tecnologias necessárias;
  • de técnicas de venda e negociação;
  • e de cultura geral.

Se cultura geral pareceu um pouco fora de contexto pra você, considere que um representante precisa saber falar sobre assuntos diversos, se desejar cativar as pessoas. Mas o essencial é entender que um representante faz diferença na aquisição e na retenção de clientes quando é capaz de propor soluções melhores.

Quanto mais ele conhecer a realidade do cliente e das capacidades que o produto oferece pra resolver os problemas que ele enfrenta, mais valor vai agregar ao trabalho. Cada uma das qualificações e habilidades que citamos tem um papel de influência no potencial do representante em oferecer soluções realmente especiais.

Um representante que apenas preencha o pedido tem um papel operacional, mas o que adapta e orienta o cliente pra que ele tenha sucesso no uso do produto, agrega valor ao processo, assumindo uma postura mais estratégica, com influência na competitividade.

Quais são as faculdades e os cursos possíveis pra ser representante comercial?

Não faz muito tempo que algumas instituições passaram a oferecer cursos específicos para a área comercial. Alguns deles têm formato tecnológico, ou seja, é uma graduação de período mais curto, na qual o estudante é diplomado com o status de tecnólogo, não de bacharel.

Além dessas opções, você também pode escolher uma área de atuação pra se graduar e depois uma especialização para a área comercial. Por exemplo, um engenheiro pode atuar como representante de produtos e serviços de engenharia, contando com uma pós-graduação em Marketing ou em gestão de vendas.

Também existem cursos livres e rápidos da área, com informações mais específicas, sobre:

  • técnicas de venda;
  • negociação;
  • comunicação;
  • neurolinguística;
  • técnicas de persuasão;
  • Spin Selling;
  • SNAP Selling;
  • Inbound Marketing.

Algumas das mais conceituadas instituições com cursos na área são:

Quais são as vantagens de ser representante comercial?

A gente podia dar uma lista de ganhos que você terá como representante, mas este é um outro tópico com várias respostas. O que é uma vantagem pra você, pode não ser pra outras pessoas. Então, o que você precisa fazer é avaliar como a representação se encaixa na sua vida. 

Se você é uma pessoa muito preocupada com segurança, estabilidade e gosta de férias programadas, pode ter dificuldade de se adaptar, mas talvez o prazer de trabalhar com mais independência supere qualquer resistência.

Ao mesmo tempo, a representação comercial oferece uma opção que podemos considerar intermediária entre o risco de empreender e a segurança de um emprego fixo. Afinal, mesmo começando pequeno, com uma estrutura limitada e necessidade de aprimorar capacidades e adquirir conhecimento, é possível representar uma empresa que ofereça suporte pra você.

Começar qualquer negócio do zero traz inúmeros desafios e riscos, mas quem representa uma grande empresa não começa do nada. Uma marca já foi construída e os clientes se sentem mais confiantes ao serem abordados com a oferta de quem já tem uma reputação. 

Ou seja, as suas chances de sucesso aumentam e os seus ganhos não ficam limitados. Você também pode alcançar um bom crescimento de vendas sem a necessidade de grandes investimentos.

Alguém que invista em uma pequena indústria pode precisar de empréstimos pra comprar equipamentos na hora de crescer, por exemplo. Se algo parecido ocorrer com um representante, talvez ele precise financiar um hardware, ou contratar alguns funcionários pra agilizar o trabalho. Muito mais fácil, não é?

Como ser representante comercial e atuar com a Mutant?

Logo na introdução a gente avisou que terminaríamos com uma oportunidade, lembra? Pois é, a própria Mutant oferece a possibilidade de representação. Pra avaliar se vai dar match com as suas expectativas, a gente pode começar te provocando pra uma reflexão.

Como você se sentiria se pudesse contribuir com a aceleração de empresas? Se pudesse fazer parte de um grupo comprometido, engajado e qualificado pra fazer diferença na realidade de várias empresas brasileiras?

Que precisam avançar na digitalização, mas não sabem exatamente como fazer isso de um modo humanizado? Que precisam da sua ajuda pra entregar um valor superior para o público que atendem?

Se essa proposta te empolga, se você se percebe com brilho nos olhos ao ler essas palavras, então é questão de conhecer os detalhes, pois o DNA Mutant está aí com você. Vamos a eles?

Os candidatos aprovados como representante Mutant receberão treinamento e qualificação pra oferecer 3 soluções do nosso portfólio. Esses produtos são fundamentais pra gestão digital de qualquer iniciativa, de qualquer segmento.

Conheça as possibilidades da Mutant Nitro

Nitro é o nome do nosso programa e você pode atuar nele de duas maneiras diferentes, dependendo da sua condição no mercado. 

Se você já tem uma empresa e enxerga a possibilidade de turbinar os negócios com uma parceria com a Mutant, pode participar exatamente nessa condição: como empresa parceira. 

Talvez você tenha uma empresa de tecnologia, por exemplo, e esse tipo de aliança faça todo o sentido pra sua estratégia, mas o segmento não é o mais importante. Nós não estamos presos a isso. O que vai determinar o nosso sucesso juntos é a capacidade de gerarmos valor pra nossos clientes, independentemente do seu segmento.

Você também pode atuar como empreendedor individual ou microempresário, trabalhando em uma região exclusiva, com autonomia pra gerenciar seus negócios e abrir novos clientes.

Ah! Falamos de 3 soluções disponíveis, lembra? Os produtos são voltados para o atendimento e vendas; à gestão multicanal; e às campanhas de relacionamento, são eles:

WhatsApp comercial

A aplicação da Mutant é uma poderosa ferramenta de atendimento e vendas, que pode funcionar integrada às principais plataformas de e-commerce do mercado.

Mutant cloud

É a plataforma multicanal da Mutant, focada em conversão e engajamento de clientes. A implantação é rápida e melhora sensivelmente a experiência do cliente final.

Mutant M360

Várias ferramentas reunidas permitem interações com os clientes em qualquer lugar. O resultado é a otimização de investimentos e a melhoria de desempenho.

Pronto pra atuar como representante comercial? O caminho está mais claro depois da leitura? É possível que ainda permaneçam algumas dúvidas, mas a gente vai ajudar você a se preparar e estruturar. Você só precisa se inscrever.

Acesse a página da parceria e preencha o formulário do programa Nitro!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.