Negócios

Coronavírus e trabalho remoto de emergência: veja como manter a produtividade

Por: Mutant, março 31, 2020

Em meio aos acontecimentos que envolvem a pandemia do coronavírus (COVID-19), empresas e pessoas encontraram no trabalho remoto de emergência uma solução para minimizar alguns dos danos que essa onda global vem trazendo.

Para um breve um contexto, o coronavírus chegou ao Brasil no fim de fevereiro, por meio de uma pessoa que estava na Itália, país onde foi instaurado estado de emergência. E precisamos entender que o poder de contágio já está em níveis altos aqui no país.

Essa situação vem obrigando os estabelecimentos a fecharem suas portas para que sejam evitados o contato e a interação social até que a epidemia esteja sob controle. Mas sabemos que, para muitos que não estão acostumados a trabalhar em home office, pode ser difícil manter o padrão de entregas. 

Afinal, a rotina remota é bem diferente da presencial. Para ajudar na adaptação da sua empresa e das suas equipes, preparamos este conteúdo ensinando as melhores práticas de produtividade durante os tempos de trabalho em casa. Acompanhe! 

O que é trabalho remoto de emergência?

O trabalho remoto é a prática de trabalhar à distância. Toda atividade profissional que pode ser feita de maneira online, não dependendo de o colaborador estar necessariamente presente na sede da empresa para cumprir a sua função, encaixa-se na categoria.

Note que os avanços da tecnologia e da internet permitem que o trabalho remoto, que também pode se chamado de home office, seja uma realidade para que muitos negócios e profissionais deem sequência às suas rotinas.

Quando falamos de trabalho remoto de emergência, isto quer dizer que a situação ocorre no momento em que motivos de força maior obrigam a adoção da metodologia. No caso do Coronavírus, home office está sendo utilizado para evitar o contato social e as aglomerações.

Relação entre o trabalho remoto e o coronavírus

Na realidade atual, a adoção do trabalho remoto está sendo vista como a única alternativa para evitar a paralisação total da nossa economia. Apesar de essa modalidade de trabalho existir há muito tempo, ganhou grande adesão para sanar lacunas do momento.

Sabemos que, por mais que a chegada do coronavírus ao Brasil ser algo que já estava previsto, notamos que os seus impactos afetaram profundamente as áreas da economia e da saúde.

Destacamos que o home office ajuda a trazer equilíbrio nesse sentido, ajudando as pessoas a se protegerem do vírus, mas sem necessariamente terem que pausar suas rotinas profissionais.

Para as empresas, a lógica é a mesma, pois tomar essa medida traz mais consciência sobre o cuidado com os colaboradores e evita que as operações parem de um dia para o outro.

Como manter a produtividade com esse método?

É claro que, para muitos, o home office é novo ou representa uma mudança significativa na rotina de trabalho, portanto, pode afetar a produtividade. Porém, segundo o estudo “Global Evolving Workforce”, publicado pela Dell e a Intel, o formato tende a ser positivo: mais de 50% das pessoas consultadas no Brasil sentem que sua produção é melhor quando trabalham de casa.

Para ajudar você a aplicar essa rotina com mais eficiência e também saber orientar suas equipes, preparamos algumas dicas que indicam as melhores estratégias para ser produtivo mesmo trabalhando em casa! Acompanhe as dicas abaixo.

1. Mantenha sua rotina matinal

Quando estamos em casa, a tendência é relaxar e, muitas vezes, ocorre certa confusão entre as rotinas da casa e do trabalho. Lembrando que operar remotamente não significa dia de folga, então, tudo deverá fluir normalmente.

Sugerimos que sejam tomados os devidos cuidados com as distrações que podem surgir no ambiente caseiro. O grande segredo é manter sua rotina matinal. Siga todos os passos que normalmente você realiza no escritório e faça o possível para que a dinâmica da casa não atrapalhe isso — estamos falando de tarefas domésticas, interações com familiares, televisão ligada, entre outras.

Aproveite o tempo que vai economizar em deslocamentos entre o lar e ambiente da empresa para se organizar em relação a isso.

2. Tenha um bom planejamento

Mais do que nunca, uma boa priorização das tarefas fará a diferença para manter a produção. Comece seu dia repassando a lista do que precisa ser feito, além de entender quais metas devem ser cumpridas durante o dia.

Junto a isso, você pode também se organizar por tarefas, metas e horários.Tente cumprir tudo de modo que não haja margem para que venha a sensação de que as coisas não estão fluindo.

3. Comunique-se bem e com frequência

Como o trabalho remoto pode apresentar desafios para muitos, a comunicação entre os colaboradores deverá ser impecável. Além de que é necessário que haja uma transparência maior do que a habitual para que os gestores entendam como está o ritmo de trabalho de cada um dos seus liderados.

Uma das maneiras de fazer com que isso funcione da maneira mais alinhada possível é realizando reuniões online periódicas. Além disso, é importante que haja um meio para que todos se atualizem em tempo real sobre o andamento das atividades. Nessa hora, tudo deverá ser apresentado com clareza, até mesmo avisos rápidos.

4. Faça pausas regulares

É importante também que você estabeleça alguns intervalos ao longo do dia, visto que o ambiente domiciliar é mais limitado que o escritório. Ficar o dia todo sem parar por um momento pode trazer tédio, estresse e, consequentemente, improdutividade.

Então, estabeleça pausas para tomar café, esfriar a cabeça e até mesmo interagir com a família. Apenas não se esqueça de que é preciso retornar ao trabalho quando o tempo de descanso acabar.

5. Não se esqueça das ferramentas de trabalho

É importante também não deixar de lado os recursos necessários para que as tarefas sejam cumpridas. Avalie se você tem a estrutura adequada para o trabalho remoto e, caso precise de algo, verifique se a empresa tem formas de ajudar.

Isso vale tanto para acesso a computador, internet e telefone quanto a softwares e sistemas internos que são usados diariamente. Afinal, a operação não pode parar.

6. Seja flexível

Entenda que essa situação é emergencial e temporária e, por isso, é preciso ter flexibilidade para aceitar que nem tudo vai acontecer da maneira esperada. Tente focar o que precisa ser entregue e o que você pode fazer para criar soluções de enfrentamento aos desafios que vão surgir com a mudança de rotina.

O importante da flexibilidade é que ela ajuda a evitar que a produtividade seja afetada de maneira que comprometa o trabalho coletivo.

7. Apoie-se no trabalho em equipe

Mais do que nunca, será preciso valorizar e priorizar o trabalho em equipe, algo fundamental para que todos se sintam confortáveis e produtivos. Por isso, não deixe de pedir ajuda aos colaboradores e colegas de time, além de oferecer ajuda também. O trabalho integrado é a chave para que todos continuem dando o seu melhor!

8. Cuide da saúde

Por fim, a nossa última dica é que você não negligencie sua saúde. Separe um tempo para fazer atividades físicas e meditar, além de se alimentar bem e verificar sempre como está a sua disposição para lidar com as atividades. Tudo isso também ajuda na produtividade.

Esperamos que essas dicas ajudem você a ser mais produtivo, trazendo o máximo de conforto possível em tempos de trabalho remoto de emergência!

Conheça agora o que são as Plataformas de Home Office! Entenda como esse tipo de recurso pode ser útil!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.